quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

A Responsabilidade de Todo Crente - Luder G. Whitlock


O clero e os lideres cristãos não são os agentes exclusivos da evangelização, mas todo cristão, conforme surge a oportunidade no fluxo e refluxo da vida diária, deve ser uma testemunha de Cristo, confessando-o em palavras e ações. A evangelização inevitavelmente acompanha a presença do Espírito Santo, porque ele é o Espírito da verdade e testemunha de Jesus (Jo 15:27-27). O Livro de Atos descreve crentes comuns evangelizando ativamente como um resultado natural de suas conversões e circunstâncias (At 8:1-4; 11:9,20).

Além do mais, a vida transformada do crente é, em si e por si, suficiente para levar alguém a compreensão do evangelho. Ela pode testificar atraentemente a graça de Deus, mas é incompleta se não for expressa em palavras. É necessário viver a vida cristã de modo que os outros possam ver a diferença que ela faz, mas isso não satisfaz a responsabilidade de evangelizar. Assim como a revelação geral é inadequada para revelar Cristo aos incrédulos, exigindo a especial revelação de Deus na Bíblia para explicar quem ele é por que ele veio, assim também o comportamento cristão deve ser enriquecido por uma explanação do evangelho.


Extraído de: Bíblia de Estudo de Genebra. São Paulo e Barueri, Cultura Cristã e Sociedade Bíblica do Brasil, 1999. Pag. 1559.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário