sábado, 22 de janeiro de 2011

Arrependimento - J.I. Packer e Ed René Kivitz



A palavra “arrependimento” no Novo Testamento significa mudança de mente, de forma que as idéias, valores, metas e costumes são alterados e toda a vida é vivida de modo diferente. A mudança é radical tanto interior quanto exteriormente. Arrependimento significa começo de uma vida nova.
O chamado ao arrependimento era a primeira mensagem de João Batista, de Jesus, dos Doze, de Pedro no Pentecostes, de Paulo aos gentios, e do Cristo glorificado as igrejas da Ásia. Ele fez parte do resumo feito por Jesus do evangelho que deveria ser levado ao mundo. Ele corresponde a constantes apelos dos profetas no AT ao povo de Israel para que se voltassem para Deus. O arrependimento é sempre apontado como o caminho para a remissão de pecados e para restauração ao favor de Deus e a impenitência é indicada como a estrada para a ruína.
O arrependimento é fruto da fé, que é, ela própria fruto da regeneração. Mas na vida real, o arrependimento é inseparável da fé... A idéia de que se pode haver fé salvadora sem arrependimento, e que uma pessoa pode ser justificada por aceitar Jesus como Salvador e ao mesmo tempo rejeitá-lo como Senhor, é uma ilusão destrutiva.
Por: J. I. Packer, Retirado do livro Teologia Concisa; pág 143.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário