quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Eleição Incondicional e Propósito no Evangelismo - Vincent Cheung


[Texto de um e-mail recebido:] Caso você insista que homens e mulheres são eleitos por Deus para a vida eterna ou para a morte eterna, então não há nenhum propósito no evangelismo.
Quem suscita esta objeção acaba por afirmar que se encontra longe de Deus e que não o respeita. Ela revela uma atitude que declara: “A menos que meu papel seja tão grande e determinante quanto o de Deus, não vejo nenhum propósito em fazer o que ele me ordena realizar. A menos que minha desobediência contribua de forma direta e necessária para a condenação eterna — faça uma pessoa queimar no inferno para sempre — a obediência a Deus é desprovida de sentido”. Eu tinha mais temor de Deus que isso mesmo antes de me tornar cristão; ficaria muito aterrorizado para me alinhar com algo semelhante a isso.

Em todo o caso, essa objeção é usada por muitos, se não pela maioria, dos que se dizem cristãos, mas resistem às doutrinas da soberania divina e eleição divinas, e isso nos diz o que eles pensam de fato acerca de Deus. Eles se reúnem todas as semanas para adorar um Deus cujos mandamentos considerariam despropositados no momento em que descobrissem que Ele detém mais controle do que essas pessoas supõem, e que Ele de fato independe delas para realizar seus planos. Como diz o ditado: “Com amigos como esses…”.

Que Deus tenha misericórdia de seu povo.

Tradução: Rogério Portella
Fonte: http://monergismo.com/?p=2555


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

  1. Excelente abordagem.
    Evangelismo tem a ver com Deus alcançando o perdido. Nós, os evangelistas, somo a menor peça do quebra-cabeças.
    Obrigado pela carinhosa mensagem em nosso site.
    Diogo Carvalho
    (Caravana do Arrependimento)
    (www.fugadelaodiceia.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pela visita e pela reflexão Diogo. Oro a Deus sempre para eu não me exaltar e achar que eu posso por minha conta alcançar alguém. É sempre Deus que opera no coração dos homens e o regenera para então conceder-lhe fé. Eu realmente sou somente uma pequena peça.

    ResponderExcluir