sábado, 25 de dezembro de 2010

A necessidade da Evangelização - Luder G. Whitlock

Ser bíblico é ser evangelista, porque o evangelho é a mensagem central da Bíblia. Do início ao fim, ele indica o Salvador que deveria vir, veio e virá novamente. O único meio de tornar-se aceitável para o Pai é através da fé nele. Uma vez que as pessoas não podem crer nele a não ser que conheçam sobre Ele, alguém deve revelar-lhes (Rm 10.14). Isso exige evangelização. 

É por isso que o apóstolo Paulo, evangelista e missionário por excelência, insistia que, se ele não fizesse nada mais, ele pregaria Cristo crucificado (1C1.17;2.2). João Calvino disse: “Nós devemos, tanto quanto está dentro de nós, nos esforçarmos para levar todos os homens da terra para Deus.” (Comentário sobre Dt 33.18-19), acrescentando que nada poderia ser mais inconsistente com a natureza de nossa fé do que negar a verdade de Deus a outros (Is 2.3).

Deus deseja que todas as pessoas em todos os lugares ouçam o Evangelho. Há e sempre houve uma dimensão multinacional definida para o plano de redenção. Quando eEe fez sua aliança com Abraão, prometendo tornar seus descendentes uma grande nação, Deus também prometeu abençoar todas as famílias da terra através de Abraão (Gn 12.1-3). Israel era a nação escolhida por Deus, mas Israel era também usada por Deus para atrair outras pessoas a Ele, tal como Rute, a moabita, Namã, o sírio e o povo de Nínive. Deus promete enviar a tempo o Messias como uma luz para as nações que viviam na escuridão (Is 60.1-3). O Messias se transformaria no sacrifício perfeito para o pecado humano, trazendo purificações às nações, de forma que a salvação de Deus seria levada aos confins da terra (Is 53.10,15). O próprio templo era uma casa de adoração e adoração para todas as nações (Mc 11.17-18).

A Grande Comissão para fazer discípulos de todas as nações tem raízes na aliança abraâmica. Em Pentecostes, o impulso multinacional do Evangelho apareceu quando o Espírito Santo deu o testemunho dos crentes na Judéia, Samaria e nos confins da terra (At 1.8; 2.5-15; 17,21). Todas as nações estarão representadas no céu (Ap 5.9;7.9;21.22-26). Portanto, os cristãos têm uma permanente obrigação de comunicar o Evangelho a todas as pessoas em toda parte do mundo. Isso exige missões.

Extraído de: Bíblia de Estudo de Genebra. São Paulo e Barueri, Cultura Cristã e Sociedade Bíblica do Brasil, 1999. Pag. 1559.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário